Imagem capa - Imagem pessoal e profissional nas redes sociais por Dream
ensaio profissional

Imagem pessoal e profissional nas redes sociais



Ouvimos muitas histórias sobre  imagem pessoal e sobre qual imagem passar nas redes sociais. Para quem busca colocação profissional, tem o “bicho papão” do recrutador que stalkeia suas redes sociais em busca de um padrão indevido para te eliminar nas seleções. Para os empreendedores e prestadores de serviço tem aquele medo de estar passando a imagem errada e com isso perder clientes ou oportunidades, fazendo com o que o profissional muitas vezes tenha dois perfis para não “errar” nas mídias. 

Mas qual é o limite?

Existem mídias sociais especializadas para negócios como Linkedin, e sim, lá você pode se expressar profissionalmente, postando vídeos sobre sua carreira, comentários sobre sua área de atuação e até mesmo postar fotos feitas em estúdio, currículo em vídeo e tudo mais. 

Mas o que fazer em redes sociais mistas?

São consideradas redes sociais mistas aquelas em que você pode tanto expressar sua vida social quanto a vida profissional. 

Inicialmente essas mídias não permitiam a presença de Empresas com perfis, inclusive o até hoje o Facebook não permite que uma empresa tenha perfil, somente página. Essas redes sociais foram criadas para que pessoas se conectarem com pessoas e se expressassem como elas são. A mídia social on-line nada mais é uma forma de facilitar seu contato com aqueles que você conhece, reencontrar os que perderam o contato e até mesmo atualizar seus amigos sobre os fatos da vida.



Com a necessidade de monetização dessas ferramentas as empresas passaram a fazer parte delas por meio de anúncios e depois elas perceberam que havia mais potencial em estar conectado com os consumidores em um “local” de contato direto. As empresas começaram a criar perfis e páginas para melhorar suas presença on-line, porém acostumadas com a “velha Publicidade” e com a “velha forma de comunicar” se depararam com uma enxurrada de reclamações, algumas delas não tiveram fôlego  para ficar nem por um ano na interne.  Mas vamos deixar 2008 de lado e falar sobre a atualidade.

Redes como Facebook e Instagram são hoje redes mistas, tem empresas e pessoas. Você pode interagir tanto com sua tia de 90 anos, com seus amigos da época da escola, com seus filhos, os amigos deles e também pode interagir com empresas e prestadores de serviços.

Se são redes mistas e existem perfis específicos, é necessário que um prestador de serviço autônomo tenha dois perfis? É necessário que qualquer profissional tenha dois perfis para não se “queimar”?

Nós acreditamos que: Ao menos que você tenha uma marca, e essa não leve o seu nome, existirá a necessidade de ter dois perfis. Caso contrário, se joga!! Pois o adequado em uma rede mista é você ser você, e também poder expressar seu lado profissional. Pois são redes de expressão da sua totalidade e você não é uma coisa só.

Empresas focadas em RH irão discordar do nosso discurso. Porém estamos falando para que as pessoas se expressem como elas são, pois somente assim poderão mostrar para aqueles que se conectam com elas quem são em sua totalidade, e que não são os robôs que os arcaicos processos de seleção querem.

 Em relação a comportamentos pouco aceitáveis nas redes sociais “por estarem por trás de um véu” nosso conselho é:  ESQUECE ISSO!!! Na internet todo mundo está vendo TUDOOOO. Então, seja você, mas não importune os amiguinhos.

Viviane Lepsch

Publicitária & Fotógrafa na Dream